.

.

domingo, 8 de março de 2015

DEIXE OS PROBLEMAS NO FUNDO DO MAR...




No Domingo bem cedo. Via Br 101 em direção a Angra dos Reis. CD da Shania Twain tocando bem alto no carro. O pensamento é um só: não pode chover, muito sol e sem vento. Duas horas ( que parecem só 30 minutos ) depois chego ao porto de Angra. Os companheiros me recebem com uma saudação forte. Clima melhor não pode haver ! Começam os preparativos: cilindros, reguladores, roupa de neoprene e checagem do equipamento. A embarcação Paulinho Dive vai zarpar com dez pessoas e o coração já esta batendo a mil por hora. A trinta minutos da costa, paramos encima do naufrágio Pinguino, que está a uma profundidade de dezenove metros. Todos ouvem um grito: “ A água está roxa! ”
O motor é desligado e a saudação é geral: “ Bom mergulho ! ”.
De repente aquele tumulto na embarcação acaba. Mergulho a dezenove metros, descendo a um pé por segundo. Braços ao longo do corpo, você flutua como uma pena. Um minuto depois a sessenta pés de profundidade. Respiração tranquila !? Check sem problemas !? Agora é hora de curtir o visual e relaxar...
Mergulho tranquilo, subida perfeita é hora de comemorar e contar para todo mundo as manobras que foram feitas. Repentinamente o rádio anuncia: “ Abertas as inscrições para o próximo mergulho ”... Começa tudo de novo.!
Na segunda feira bem cedo. A Avenida Rio Branco está engarrafada?
Problemas no escritório? Tudo bem. Estamos aqui para isso mesmo !....
Mergulho é isso aí! Uma descarga alucinante de adrenalina no organismo que garante uns quinze dias sem o estresse do dia-a-dia. Mas Vicia !...
Paulo Tesserolli - Instrutor NAUI #18845

Nenhum comentário:

Postar um comentário